O Mal Humano: Nota de autor #1

Nestes últimos dias antes da publicação da primeira história de O Mal Humano tenho enviado muitas mensagens para dar a conhecer este projecto. Das respostas positivas que vou tendo, há quem graciosamente se ofereça para dar a sua opinião mediante oferta de um exemplar. Sucede que quando menciono que O Mal Humano será publicado apenas em formato electrónico, essa graciosidade tende a desaparecer.Nada contra quem só está disponível para opinar quando o livro é oferecido, nada contra quem invoca falta de tempo para ler um pdf de 20 páginas (mas não um livro de 400), trata-se apenas de este projecto não estar definido para (muito menos permitir) esse tipo de situações. E porquê? Por dois motivos: a tipologia e a experiência do passado.

Comecemos pelo último e tomemos como exemplo os meus dois trabalhos anteriores: Um Cappuccino Vermelho  e A Imagem. Apesar das ligações narrativas, a experiência pré e pós-publicação não podia ter sido mais diferente. Com Um Cappuccino Vermelho investi muito tempo (e algum dinheiro) na promoção (fosse em divulgação nas redes sociais ou anúncios e artigos de jornal, etc.) e menos na revisão; com A Imagem fiz exactamente o oposto. Resultado: A Imagem recebeu óptimas críticas, mas vendeu pouco, enquanto que Um Cappuccino Vermelho recebeu críticas assim-assim e vendeu bastante (creio que alguns milhares), sobretudo em formato electrónico

Quanto à questão da tipologia, O Mal Humano será composto por pequenas novelas com menos de 100 paginas cada, que irão sair a cada quatro meses. Não seria realista achar que era possível ter material escrito em tempo útil (e com qualidade), tratar de toda a divulgação e ainda ter de enviar tudo para a gráfica e esperar que estivesse tudo pronto a tempo e horas.

Não seria impossível, mas seria uma estupidez fazer isso. Não só porque ainda tenho alguns caixotes com livros na garagem, mas porque dos tais milhares que vendi de Um Cappuccino Vermelho, a maioria foi no Brasil. Portanto, O Mal Humano vai estar disponível em formato electrónico. Se aceitarem, espero contar com as vossas opiniões. Se não, haverá outros autores à vossa espera. (E se quiserem uma edição especial e personalizada, que possam colocar na estante, estou disponível para conversar.)

Se não for pedir muito, deixe a sua opinião

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s